domingo, 29 de abril de 2012

Dica de Filme - Wall-E

Esse filme da Disney-Pixar, que foi lançado no ano de 2008, conta a história do último robô coletor de lixo num futuro distante onde a humanidade deixou o planeta Terra, que foi tomado pelo lixo.
Circunstâncias inesperadas fazem com que esse robôzinho interfira no destino dos seres humanos, que agora vivem numa nave espacial.
O filme é muito interessante para discutirmos os rumos que a humanidade vem tomando, não só quanto a questão do lixo, mas também sobre a comunicação entre as pessoas e o sedentarismo.


Efeito Estufa

Muitas vezes temos dificuldade em entender certos conceitos, uma boa maneira de resolver esse problema é trabalhando com atividades práticas, para que possamos visualizar o que está acontecendo.
A dica de hoje é um experimento para ajudar a entender as mudanças climáticas que vem acontecendo no nosso planeta, como o aumento de temperatura ocasionado pelo efeito estufa.
No vídeo a seguir vocês podem seguir o passo a passo de um experimento simples, feito com materiais de fácil acesso, que facilitará a compreensão do Efeito Estufa.


Como fonte de pesquisa usei  o site  Portal do Professor.

A História das Coisas

A "Histórias das Coisas" (The Story of Stuff) é um curta-metragem elaborado no ano de 2007 pela norte-americana  Annie Leonard e pela Free Range Studios que mostra como fabricamos, usamos e descartamos as nossas coisas.
Apesar de ser feito sobre a ótica dos Estados Unidos, esse curta pode ser usado em qualquer lugar do mundo para discutir o nosso papel sobre a questão ambiental e sobre as pessoas envolvidas no processo de produção e descarte das coisas que consumimos.
O sucesso de visualizações do curta no Youtube deu origem ao site The Story of Stuff Project (em inglês) que fala sobre a mesma temática, ampliando o discurso para a crise financeira, o destino do lixo eletrônico, a ética na indústria dos cosméticos entre outros assuntos.



quinta-feira, 19 de abril de 2012

Só temos uma Terra

Nos dias de hoje, usar somente a lousa, o giz e a saliva não atingem mais o aluno que vive com a cabeça no mundo virtual e tecnológico. Temos que acompanhar a onda, porque se a perdermos ficaremos presos no passado, porque na onda seguinte não saberemos o que fazer.Nesse sentido é que devemos usar mão da tecnologia do mundo virtual não só para exemplificarmos nossas aulas, mas também impactarmos os alunos, tentando sensibilizá-los ao máximo para o que está acontecendo ou queremos que eles aprendam.

 


domingo, 15 de abril de 2012

Oi Pessoal da SUL 1!

Aqui está o blog do nosso grupo... Com certeza ele vai mudar como também nossos integrantes afinal o mundo é assim dinâmico.
Pessoal do grupo agora é com vocês postarem! Mãos a obra!
Adri