terça-feira, 4 de agosto de 2015

Professores das Salas de Recurso utilizam a Plataforma Currículo+

Os professores responsáveis pelas Salas de Recurso da Diretoria de Ensino – Região Sul 1 realizam ações utilizando os recursos digitais da Plataforma Currículo +, pertencente ao Programa Novas Tecnologias, Novas Possibilidades.
Estes professores participaram no dia 24.06.2015 da Orientação Técnica “Currículo + a favor do conhecimento do aluno público-alvo da Educação Especial”, que teve como objetivos apresentar a plataforma interativa, assim como perceber a importância das novas tecnologias para mediar os conhecimentos dos alunos. A orientação técnica foi realizada pela Equipe de Educação Especial formada pela Professora Coordenadora do Núcleo Pedagógico de Educação Especial Elisabete Evangelista e Supervisoras Soraya Vicente e o Professor Coordenador do Núcleo Pedagógico de Tecnologia Educacional Jefferson Heleno Tsuchiya. Nesta formação os professores elaboraram um plano de aula partindo de um objeto digital de aprendizagem e estruturaram o plano de aula com as dificuldades apresentadas pelos alunos público-alvo da Educação Especial.
Professores da sala de recurso interagindo com a plataforma Currículo +

“No início o aluno apresentou dificuldade em digitar o número que faltava na sequencia e assim, repetiu o número anterior ao que faltava, percebeu que não ficou correta a sequencia, o que o levou a repensar e corrigir o número repetido para o número posterior. Ao jogar novamente apresentou melhor desenvoltura na utilização do teclado, mouse e identificação do número a ser completado.” 
Professora Rosilene H. Lopes


  A partir da formação, os professores desenvolveram estratégias diferenciadas utilizando os jogos da plataforma. A professora Isabel Fátima Natal Oliveira, da EE Prof. Arthur Wolff Neto e a professora Hatsuko Itocazu, da EE Paulo Eiró utilizaram na sala do Programa Acessa Escola o jogo interativo "Feche a caixa", integrante da plataforma Currículo+, que aborda conteúdos e habilidades dos temas Campo Aditivo e Números e Operações. Esta atividade foi realizada em duplas, o que auxilia na cooperação, colaboração e socialização de todos os alunos. Após a atividade no computador, as professoras também construíram o jogo em tabuleiro para que os alunos pudessem manuseá-lo.

  
 Na EE Manuel Borba Gato, a professora Rosilene H. Lopes, utilizou o “Jogo do castelo”. O objeto é um jogo, com até cinco jogadores por partida, onde os alunos tem que completar cinco ou dez números que faltam no quadro numérico, trabalhando os temas Números e Operações e as Sequências Numéricas.
Na mesma unidade escolar, a professora Fernanda Papa utilizou de forma lúdica e divertida, o jogo Contando de 5 em 5 para ensinar seus alunos a contagem e a sequência numérica

Estudante em atividades lúdicas
Em outra atividade, a professora Roseli Maria de Carvalho, da EE Prof. Zenaide Lopes de Oliveira Godoy disponibilizou para os alunos, na sala de recurso, brinquedos de cores variadas e durante a brincadeira livre introduzir o tema cores, chamando a atenção para as diferentes cores dos objetos. Em um segundo momento na sala de informática utilizou o jogo “Lousa legal” da plataforma currículo +, abordando o tema iniciado na sala de recurso. Pintar figuras, escolher letras com determinada cor, adicionar figuras, escolher e trocar a cor de fundo da lousa, paisagens de cores diferentes eram os desafios que o objeto digital proporciona, além de auxiliar no sistema de escrita.



Já a professora Leiliane Fontene relatou ao utilizar o Jogo das Cores, integrante da plataforma: “No primeiro momento por meio do currículo + meu objetivo em relação á atividade: “Jogo das  cores”,  era  que  o  aluno  aprendesse,  identificasse  e reconhecesse as diferentes cores, desenvolvendo o raciocínio lógico. O aluno gostou muito do jogo e ficava encantado ao ver as bisnagas com as tintas de diferentes cores e o pincel movimentando-se e mudando a cor dos desenhos. Cada cor utilizada na atividade era dita para o aluno e o mesmo repetia as cores informada pela professora, já que o aluno não reconhece as cores.”



As professoras Isabel F. N. Oliveira e
Hatsuko Itocazu socializando atividades
Os professores das salas de recurso estão utilizando as ferramentas da plataforma currículo+ e compartilhando suas boas práticas, como ocorreu na orientação técnica “A importância dos jogos lúdicos na Educação Especial”, mediada pela professora Elisabete Evangelista em que os professores puderam relatar suas vivências com a tecnologia e compartilhar seus planos de aula conectando a Educação Especial e a plataforma Currículo+.



 

Nenhum comentário:

Postar um comentário